© 2014 by SERGIO BARCELLOS. Proudly created with Wix.com

 

 

Sobre a instituição

O Acervo de Escritores Mineiros é um espaço permanente de exposição e pesquisa que abriga acervos e coleções de livros, documentos e objetos de escritores, artistas e personagens de destaque na história literária e cultural de Minas Gerais e do Brasil, generosamente doados à UFMG por seus familiares e herdeiros. Em suas salas – concebidas a partir de perspectiva museográfica e cenográfica que recria o ambiente de trabalho dos escritores – encontram-se exemplares raros e autografados de obras do modernismo brasileiro, manuscritos de textos publicados e inéditos, periódicos, fotografias, obras de arte, cartas, mobiliário e objetos pessoais. Promovendo a passagem da memória individual à memória coletiva, tem o objetivo de resgatar, preservar e reelaborar o patrimônio literário e cultural – esforço contínuo de gerações de pesquisadores na busca por novas possibilidades de reflexão e construção de conhecimento. Localizado no 3º andar da Biblioteca Universitária, no campus Pampulha da UFMG, possui sistemas de iluminação, ventilação e segurança apropriados que, junto com o trabalho de bibliotecários e técnicos especializados, garantem a boa conservação e o manuseio correto do material. Conta também com sala de reuniões e infra-estrutura operacional para pesquisadores. Presta atendimento a visitantes, órgãos oficiais, culturais e de imprensa, permitindo consulta no local, com acesso ao banco de dados da UFMG.

História

Agosto de 1989: a família de Henriqueta Lisboa doa à Faculdade de Letras da UFMG os fundos documentais da escritora. Com a finalidade de cuidar dessa documentação extremamente valiosa, promover sua utilização como fonte de pesquisa e organizar sua exposição ao público, é criado, naquele mesmo ano, o Centro de Estudos Literários, que, em 2011, tornou-se o Centro de Estudos Literários e Culturais. Pouco tempo depois, são recebidos pela entidade os acervos de Abgar Renault, Cyro dos Anjos, Murilo Rubião e Oswaldo França Júnior. Com apoio do CNPq, da FAPEMIG e da Faculdade de Letras da UFMG, o CEL desenvolve, desde 1991, o Projeto Integrado de Pesquisa Acervo de Escritores Mineiros. O sucesso do empreendimento é atestado, nos anos seguintes, por numerosos projetos de pesquisa, eventos e publicações, realizados com apoio de instituições do Brasil e do exterior. Em dezembro de 2003, é inaugurada a nova sede do CELC e do AEM, construída com financiamento do FUNDO CT-INFRA/FINEP. Graças ao apreço pelo interesse público demonstrado pelos doadores, novos acervos e coleções são paulatinamente incorporados ao conjunto inicial, hoje ampliado para 10 acervos de escritores e 12 coleções especiais. Verdadeiro work in progress, o trabalho com acervos literários e culturais solicita dedicação a tarefas sem fim, por meio das quais potencializam-se as pesquisas, os desejos e os sonhos do arquivo.

 

Pesquisa ao acervo

Normas para utilização do acervo

1. O acesso aos arquivos e à biblioteca do Acervo de Escritores Mineiros é submetido às normas gerais da Biblioteca Universitária da UFMG referentes a horários e condições de funcionamento. 

2. O pesquisador interessado deverá entrar em contato com os responsáveis pelo Acervo, com o prazo mínimo de 48 horas, para agendar a visita especificando o tema da pesquisa e os documentos que pretende examinar. Telefone: (31) 3409-4624. Horário: 09:00 às 12:00 e 14:00 às 17:00. 

3. Na consulta aos documentos do acervo, é obrigatório o preenchimento do Formulário Para Registro da Pesquisa, que será fornecido ao usuário. 
4. Não será permitido o empréstimo domiciliar dos livros e documentos do Acervo. 
5. A visita ao Acervo, bem como a consulta à biblioteca e aos arquivos, deverá ser feita com o acompanhamento de um responsável. 

6. Nenhum documento poderá ser retirado da coleção, salvo autorização especial. 

7. Os documentos do acervo não podem ser reproduzidos por meios mecanográficos ou similares. (xerox). 

8. No caso de publicação, o pedido deverá ser encaminhado com a devida justificativa e antecedência à Coordenação do Centro de Estudos Literários e Culturais e a Direção da Biblioteca Universitária, com especificações sobre a publicação. A publicação deverá conter os créditos "Acervo de Escritores Mineiros – FALE/BU/UFMG" e um volume deverá ser doado ao Acervo de Escritores Mineiros. 
9. É de responsabilidade o pesquisador zelar pelo manuseio dos documentos e pela conservação dos mesmos. 

10. Não é permitido fumar e lanchar dentro do recinto onde está alocado o Acervo. 

 

 

Endereço: Avenida Antônio Carlos, 6627,

Campus Pampulha, Edifício da Biblioteca Central, 3º andar.

Telefone: (31) 3409-4624 

Fax: (31) 3409-5120 

E-mail: acervoem@yahoo.com.br 

Site: www.letras.ufmg.br/cel

 

Horário de consulta:

de segunda a sexta, das 09:00 às 12:00h e das 14:00 às 17:00h 



VISITAS ORIENTADAS NECESSITAM DE AGENDAMENTO PRÉVIO: 
Agende sua visita pelo telefone (31) 3409-4624 

O Acervo de Escritores Mineiros encontra-se no 3º andar da Biblioteca Central do Campus da Universidade Federal de Minas Gerais. O mapa do link seguinte mostra a localização da Biblioteca Central dentro do Campus - o prédio está localizado ao lado do número 8 (Praça de Serviços): Home page: http://www.letras.ufmg.br/aem  

 

 

 

 

 

ARQUIVO CAROLINA MARIA DE JESUS

 

CONTEÚDO E ESTRUTURA

Datas-limite: [196-]

Itens: 10 rolos de microfilmes idênticos aos existentes na Biblioteca Nacional e na Library of Congress; 01 rolo de filme, 16mm, com o documentário FAVELA - Das Leben in Armut, (Favela, a vida na pobreza), 1971, dirigido por Christa Gottman-Elter.

Data de entrada:

Forma de entrada: Doação

Origem: Um conjunto de rolos de microfilmes, contendo obras de Carolina Maria de Jesus, similar ao conjunto que existe na Biblioteca Nacional e na Library of Congress, foi doado ao Acervo de Escritores Mineiros, em novembro de 2014, pelo professor José Carlos Sebe Bom Meihy. O material ainda não havia sido incorporado ao catálogo do AEM no momento de conclusão deste guia. Como se trata do mesmo material existente na Biblioteca Nacional, favor consultar a descrição dos microfilmes constante na seção deste guia relativa ao acervo de Carolina Maria de Jesus na Biblioteca Nacional. O conteúdo dos rolos de microfilmes é idêntico. A cópia do filme FAVELA - Das Leben in Armut foi doada por Sergio da Silva Barcellos, como parte do projeto Vida por Escrito: Organização, classificação e preparação do inventário do acervo de Carolina Maria de Jesus.

 

Voltar

 

 

 

 

 

 

 

ACERVO DE ESCRITORES MINEIROS (AEM)

DO CENTRO DE ESTUDOS LITERÁRIOS E CULTURAIS DA UFMG (CELC)