Peça teatral: “Se eu Soubesse”

Resumo de: Jardel Socoll

Descrição do cenário:

Rica mansão do Conde Raul de Astrengile, localizada no centro da Praça das Bandeiras, no Rio de Janeiro. No palácio há uma escada de ferro, com vinte e cinco degraus. No início da escada há dois vasos de samambaia.

 

 

Personagens:

Raul de Astrengile: Conde

Dr. Carlos de Araújo: Médico da família

Paulo de Castro: Marido de Virginia

Coronel Rodrigues: Pai de Sara

Olga Rodrigues: Noiva do Conde Raul

Sara Rodrigues: Mãe de Olga e esposa do Coronel Rodrigues

Pedro de Lima: Criado do Conde Raul

Carmem: Reside na casa do Conde, por quem fora criada

Virginia dos Santos: Filha do Conde Raul

 Jose de Sousa: Amigo do Conde Raul

 

 

Sinopse:

A peça inicia-se no dia do casamento do Conde Raul com Sara Rodrigues. Dr. Carlos de Araújo chega à casa do Conde com uma criança, dizendo ser sua filha e que a mãe dela, Virginia, havia falecido durante o parto. O Conde fica surpreso, mas aceita a menina, que passa a ser chamada de Virginia, o mesmo nome da mãe.  Porém, Conde Raul decide informar a todos que a criança fora enviada como presente de casamento, e que ficará aos cuidados dos criados, sem tomar conhecimento de que o Conde é seu verdadeiro pai. No entanto, Conde Raul não comparece ao seu próprio casamento, o que deixa o Coronel Rodrigues, pai da noiva, furioso. Este  o convida para um duelo de esgrima. Conde Raul acaba ferindo o Coronel, que é encaminhado para o hospital.

 

Aos vinte anos de idade, Virginia já está casada e com um filho. Conde Raul não gosta do tratamento e da personalidade de Virginia, e desconfia que ela não seja sua filha. Decide fazer um testamento e deixar tudo para Carmem, que vivia na casa e fora criada por ele, pois a considerava uma filha e porque Carmem sempre estivera ao seu lado. 

 

Retornar

© 2014 by SERGIO BARCELLOS. Proudly created with Wix.com