Romance: Dr. Silvio

Resumo de: Aline Alves Arruda

 

Dr. Silvio narra, em terceira pessoa, a história de Maria Alice e seu amado Silvio, protagonista que dá título ao romance.

A história começa em São Paulo, na pensão de Dona Julia, mãe de Maria Alice, onde Silvio morava. Silvio é filho de dona Claudia, viúva rica, fazendeira do interior de São Paulo. Ele mora na pensão de D. Julia enquanto estuda Direito na capital paulista. Além de Silvio, outros rapazes moram na pensão, como José Augusto e Álvaro Leite, todos encantados pela beleza da filha da proprietária, a protagonista Maria Alice. Entretanto, a moça é apaixonada por Silvio, que não corresponde seu amor, embora fique envaidecido por ser amado pela bela jovem. Maria Alice tem uma melhor amiga, Veralina, que também é apaixonada por Silvio. A primeira parte do romance passa-se então na pensão de Dona Julia, com Maria Alice cada vez mais apaixonada pelo rico estudante de Direito.

 

Silvio mostra-se sempre um rapaz mimado, filho único, que pouco se importa com os sentimentos das moças. Aproveita-se da paixão imensa de Maria Alice para encontrá-la nas madrugadas, longe da mãe da moça. A protagonista acaba engravidando do estudante e ele, atormentado pela possibilidade de ter que se casar com a filha da dona da pensão, pensa em fugir e voltar para o interior. Antes disso, cai doente e Maria Alice é quem vela por ele todo o tempo. Como a doença é infecciosa, a pensão é esvaziada e os cuidados são redobrados para evitar contaminação. Dona Julia acaba descobrindo a gravidez da filha e, desesperada, casa às pressas o rapaz moribundo com a moça. Silvio, achando que não vai sobreviver, aceita honrar Maria Alice. Mas ele se recupera e tem que enfrentar o casamento não desejado.

 

Silvio viaja com a filha recém-nascida e a esposa para a fazenda de sua mãe. Dona Claudia, sem saber do casamento do filho, prepara uma festa para comemorar a volta do filho “doutor”. Quando se depara com a família do filho, rejeita a nora e a neta e maltrata a moça simples, nos anos seguintes em que vivem juntos na fazenda. Maria Alice sofre muito com os maus-tratos da sogra, mas aguenta em silêncio. Silvio resolve mudar-se para Ribeirão Preto com a esposa e as filhas. Maria Alice é agora mãe de três meninas: Claudinha, Silvinha e Luiza Helena. Na cidade ela tem um pouco mais de paz, revelanado-se uma zelosa mãe e dona de casa, submissa ao marido, que mantém um escritório em casa e segue advogando.

 

Dona Claudia fica gravemente doente e vai reestabelecer-se na casa de Maria Alice, que cuida dela com muito zelo. A sogra, percebendo o bom coração da moça, aceita-a e arrepende-se dos maus-tratos aos quais a submeteu. Elas tornam-se amigas. Maria Alice e Silvio conhecem Olga Breni, uma moça solteira, muito bonita, que frequenta a noite de Ribeirão Preto. Olga torna-se amiga do casal e começa um caso com Silvio, que se apaixona perdidamente pela primeira vez na vida. A moça frequenta diariamente a casa da família, levando as meninas para passeios de carros e ensinando Silvio a dirigir. Maria Alice nada percebe. Silvio não aguenta mais o casamento, mas não tem coragem de divorciar-se de Maria Alice, resolve então que a família vai fazer uma viagem internacional, contra a vontade de Maria Alice, que além de não gostar de sair de casa, havia descoberto a traição do marido. Eles vão de navio para a Argentina e Maria Alice sofre um acidente no elevador do hotel. A tragédia comove a todos, menos a Silvio, que se sente aliviado por poder viver sua paixão por Olga em paz. Ele volta com as filhas para o Brasil e casa-se rapidamente com a amante. Com o passar do tempo, é atormentado pela falta de Maria Alice e pelo remorso de não ter valorizado o verdadeiro amor que ela sentia por ele. Olga se mostra arrogante, rebelde e uma péssima madrasta e dona de casa, além de ser viciada em jogos, frequentadora assídua dos cassinos. Silvio passa bastante tempo na fazenda com as filhas, para fugir dos tormentos que o perseguem e também para afastar-se de Olga. Fica doente novamente e a esposa vai até a fazenda, onde é perseguida pela sogra, que a detesta e a compara todo o tempo com a falecida nora. Dona Julia vai visitar Silvio e as netas e depara-se com uma família infeliz e arruinada. Olga deixa Silvio e a casa e o viúvo pede que a avó das meninas, dona Julia, o ajude a criar as netas e fique morando com eles, ao que ela aceita, lembrando que a falecida filha, diante da intuição de que não voltaria da Argentina, havia pedido à mãe que assim o fizesse, cuidasse de suas filhas. Assim termina o romance. 

 

Retornar

© 2014 by SERGIO BARCELLOS. Proudly created with Wix.com